24 de jun de 2008

BURNOUT: causas- fases- combate

É produzido pelo contato com as demandas do ambiente acadêmico e suas problemáticas, especialmente aquelas que não dependem apenas da ação dos docentes para serem resolvidas.

Atinge trabalhadores motivados, que reagem a este desequilíbrio trabalhando ainda mais; ocorrendo a discrepância entre o que o trabalhador investe no trabalho e aquilo que ele recebe, ou seja, os resultados obtidos.

Fases:

  • idealismo e entusiasmo, com expectativas excessivas a respeito do trabalho
  • progressivo estancamento e queda a respeito das expectativas iniciais
  • decepção e frustração
  • apatia, atitudes negativas frente ao trabalho

Alternativas para combater o estresse profissional :

  • treinar habilidades de auto-controle,
  • identificação de pensamentos negativos,
  • controle do estresse,
  • utilização de apoio social com a equipe,
  • trabalhar a informação sobre os aspectos de sua carência como profissional

Iône Vasques-Menezes

Pesquisadora de Psicologia do Trabalho da UnB (Universidade de Brasília)

Um comentário:

  1. Legal Zu, você ter pesquisado sobre isto! Viu como tem tudo a ver !!!!

    ResponderExcluir