9 de mar de 2009

Atividades para desenvolver o Senso numérico

"Aninha escreve os números
e os recita até quarenta.

Apesar disso, se eu pedir que
ela pegue cinco lápis, ela não acerta.

Isto quer dizer que Aninha
não entende os números.
Como ajudar?"


EXPERIÊNCIAS COM QUANTIDADES
Para entender bem os números, as crianças precisam ter vivido certas experiências.
Só depois disso que os nossos ensinamentos serão úteis.

1-Aproveitar as situações que surgem em sala de aula para:
Comparar quantidades
Você tem quatro lápis na mão e vai distribuí-los a um grupo de cinco alunos,
no final elas percebem que falta um lápis.


Pedir a um aluno que pegue os pratos da merenda na quantidade certa (um prato para cada aluno). Perguntar :-Tenho o bastante para todos os alunos?

Fazer uma pergunta do tipo:
- Há mais meninos ou mais meninas na classe?

Perceber a diferença entre o tamanho e a quantidade
- Olhem! Há mais livros ou mais cadernos? (colocar quantidades diferentes)
Primeiro, deixe que as crianças espalhem os livros e cadernos, mexam nos objetos e percebam como eles são.

Se as crianças ainda não descobrirem que há mais cadernos,
você coloca lado a lado um livro para cada caderno.
Então ficará visível que sobra um caderno..

2-Imaginar e criar situações em sala de aula e anotá-las
Auxiliar as crianças mas não responder por elas. Elas devem usar a própria cabeça.

3- Atividades para desenvolver a noção de ordem

Mostre um colar de sementes ou de contas:
"Veja que as sementes estão organizadas, que elas têm uma ordem".
Discuta com a classe que ordem é essa: uma semente branca, duas pretas, etc.
Peça que os alunos façam ou desenhem colares com ordens diferentes.

Reorganize os alunos na classe, formando fileiras por ordem de tamanho, com os menores à frente. Discuta com a classe como foi organizada a fileira. Por que é bom que os menores fiquem à frente?

Conte uma história das formiguinhas que viram o açúcar e foram comê-lo, bem organizadinhas. Desenhe na lousa como era o batalhão de formigas.
Discuta a organização: em cada fileira o número de formigas aumenta. Aumenta quanto? Será que os alunos podem desenhar as três próximas fileiras?


4- Atividades para desenvolver a noção de agrupamentos e trocas

Trabalhar com fichas coloridas, combinando, por exemplo, que 10 fichas amarelas podem ser trocadas por uma azul (que equivale a uma dezena).
Pedir que identifiquem, entre duas quantidades, qual é a maior, como por exemplo: Quanto é maior? Por quê?
Discuta com as crinças quando seria necessário usar uma ficha de outra cor, por exemplo, fichas vermelhas.


5-A escrita dos números pelas crianças
Representá-los utilizando símbolos.

Pedir que inventem símbolos para representar coisas, acontecimentos, emoções de seu dia a dia, como por exemplo, um dia ensolarado, alegria etc.

Conversar sobre os símbolos que inventaram, comparando as diversas propostas e perguntando se conhecem outros símbolos.
Como exemplos, podem ser citados símbolos de canais de televisão, de trânsito, a bandeira e outros.

Observação:

O símbolo para o zero
só deve ser ensinado
depois
que as crianças
já sabem representar
os
nove primeiros números,
a partir do um.


Propor diversas atividades e experiências só depois representar
os números a partir do dez.
Um bom recurso para isso é o uso do ábaco, pois ele materializa as duas principais características do nosso sistema de numeração: o caráter posicional e a base dez.



O trabalho com o ábaco
construção de um ábaco simplificado
  • A base pode ser um pedaço de isopor, ou de qualquer material semelhante, como, por exemplo, uma caixa de ovos.
  • As casas do ábaco podem ser varetas, espetinhos de churrasco ou pedaços de arame grosso, que serão espetados na base.
  • As "contas" do ábaco podem ser arruelas, argolas de plástico, tampas de garrafa de refrigerante furadas no meio, ou mesmo macarrão do tipo "argolinha".
É importante que cada criança
construa o seu ábaco para
, em seguida, participar de atividades
que envolvam contagens e a representação
escrita dessas contagens.

-princípio, essas contagens não deverão superar a quantidade nove, a fim de que a criança fixe bem a escrita dos nove primeiros símbolos.
- usem cartõezinhos numerados de 1 a 9, juntamente com o ábaco, de modo que a quantidade representada no ábaco tenha o seu correspondente símbolo escrito no cartão.
-Ao contar dez coisas a criança não encontrará o símbolo para esta quantidade.
Podemos sugerir, então, que as crianças troquem as dez bolinhas da primeira vareta por uma, que será colocada na segunda vareta, representando uma dezena.
Neste momento,
deve ser introduzido
o cartão com o símbolo zero,
que indicará a casa vazia do ábaco, pois ao trocarmos dez unidades por uma dezena, não sobra nenhuma unidade na primeira vareta.
- a próxima unidade contada deverá ser representada por uma bolinha colocada na primeira vareta do ábaco, e a situação será assim representada pelos cartões
-Depois de várias atividades de contagem, podemos propor dois tipos inversos de exercícios: a uma quantidade representada no ábaco, a criança deverá fazer corresponder sua respectiva escrita e, a um número representado por escrito, mostrar a situação correspondente no ábaco.
A idéia de número não se explica.
Ela vai se formando, pouco a pouco,
dentro de cada criança.


FONTE
http://educar.sc.usp.br/matematica/let2.htm

Um comentário:

  1. Bom dia querida amiga !

    Como foi o seu Dia da Mulher ?

    Espero que tenha sido Especial ... afinal merecemos, né !!!!!

    Mil beijos

    Tenha uma semana iluminada :D

    ResponderExcluir