17 de nov de 2008

Para se dar bem no grupo de trabalho

REGRAS BÁSICAS



Diga sempre nós.
Nunca eu ou você.



Envolva-se profundamente no grupo.
Não se exclua, fale.
Não forme subgrupo.
Dê chance aos demais de conhecê-lo.
Procure sentar-se junto ao que você conhece menos.
Apresente-se.
Entreviste ao outro.



Mantenha-se atento, não se alheie do grupo preparando sua intervenção.
Espere tranquilamente sua vez de falar.
Ouça.
Olhe para quem fala.



Ao intervir, refira-se sempre a alguma afirmação anterior.
Ligue os assuntos.



Sempre que fizer uma afirmação, conclua seu pensamento com um porquê;
se não souber é porque não houve operação mental.
Não menospreze contribuições que lhe pareçam insignificantes, principalmente se emitidas por tímidos.
"Quem entrou no time deve jogar mesmo sem saber. Receba a bola".



Uma discussão é uma operação mental em conjunto-quando alguém falar você continua com expressões como: portanto, consequentemente, daí...



Não diga "não concordo", discorde sem dizer que está discordando.
Expressões assim criam barreiras.



Se a reunião vai mal, proponha uma parada para examinar o que está impedindo a produtividade do grupo- com o grupo busque a solução.
Não deixe para criticar depois da reunião.
Seja leal e autêntico.



Quando alguém fizer uma afirmação sem prova, crive-o de perguntas operatórias:
Porquê? Onde? Para quê?
As perguntas produzem operação mental.



Procure elogiar em cada um o que for elogiável,
as pessoas crescem quando são estimuladas no que têm de positivo.
Faça todos crescerem.
Melhore a imagem do outro.



Fonte:
Curso sobre Ensino Cooperativo ministrado pela professora Ednice Burlandy - professora do UNASP (Centro Universitário Adventista)

Nenhum comentário:

Postar um comentário