29 de abr de 2008

Consoantes

Em português são geralmente sonoras:
- as vogais
- e as consoantes /b/,/d/,/g/,/v/,/z.


No campo gramatical, são sonoras:
- as vogais, as consoantes líquidas e as nasais;
- as oclusivas e as constritivas formam pares opositivos em que uma consoante sonora se opõe a uma surda:/b/:/p/,/d/:/t/,/g/:/q/,/v/:/f/,/z/:/s/,/j/:/x/;


As consoantes sonoras distinguem-se das surdas por uma articulação fraca ou branda.

Dependendo da região do falante ou do alfabetizando em leitura, o ensurdecimento pode ser também uma marca dialetal ou uma variação lingüística.

O ensurdecimento é um fenômeno que consiste na perda da sonoridade de um fonema sonoro. As sibilantes e chiantes sofrem ensurdecimento antes de consoante surda ou pausa, como na palavra paz, em pa[z] duradoura, pa[s] terrestre.

2 comentários:

  1. bem esclarecedor.
    para trabalhar o m antes de p e b uso a estratégia fonológica. dá certo!

    ResponderExcluir
  2. Isto mesmo , o Prof Dr Vicente Martins afirma:
    " A gramática ensina que “antes de P e B não se escreve N e sim M”, mas não explica nada. Prescreve regras. Entretanto, se repararmos bem: /b/, /p/ e /m/ são fonemas bilabiais.
    O fonema /n/ é linguodental. Por isso, devemos escrever M e não N. É, pois, uma regra fonológica. Portanto, uma boa explicação do fenômeno fonético, presente na regra gramatical acima, ensinada desde cedo no ensino fundamental, promove a consciência metafonológica da criança.
    Desse modo, os pais não devem ter qualquer cerimônia para abrir uma gramática ou um dicionário escolar na tarefa coadjuvante de ensinar a língua materna. "

    ResponderExcluir